Brasil

Zoetis lança Deccox para combater a coccidiose e reforçar sanidade no plantel

O anticoccidiano químico complementa o portfólio da companhia, permitindo a rotação de produtos no combate à enfermidade

 

A definição das estratégias referentes ao manejo sanitário, como a rotatividade de anticoccidianos para evitar resistência dos protozoários ao medicamento, são fundamentais para alavancar a produtividade no plantel. Para oferecer uma solução completa ao produtor e combater de forma efetiva a coccidiose - enfermidade causada por uma das três espécies de protozoários Eimerias mais prevalentes na avicultura -, a Zoetis traz ao mercado o Deccox, um anticoccidiano químico capaz de prevenir a doença em frangos de corte. “O produto elimina os coccídeos mais prevalentes na granja em estágio precoce de desenvolvimento e ajuda a maximizar o desempenho das aves”, afirma Lucielma Holtz, gerente de negócios Premixeiras da Unidade de Negócios Aves e Suínos da Zoetis.

 

Com o lançamento, a companhia terá um portfólio completo com opções de aditivos via ração para que os produtores estabeleçam a rotação entre anticoccidianos. “Deccox é ideal para as fases pré-inicial e inicial (até 21 dias), permitindo que os animais obtenham imunidade ativa em seu período de desenvolvimento para o combate e prevenção da E. acervulina, E. maxima e E. tenella”, explica Lucielma. A gerente sugere que o produto seja usado ainda em períodos de clean up anual - utilizado para restaurar a eficácia dos programas anticoccidianos ionóforos em um período de três meses ou em um programa dual com quatro meses, fazendo uma limpeza a campo das diversas eimérias. Logo na sequência, é importante que seja feita a rotação com a adoção de um ionóforo bivalente, como por exemplo, o Avatec: “O produto é um dos ionóforos mais potentes do mercado tendo como principal característica o combate da Eimeria maxima e Eimeria tenella, principalmente, no período de crescimento da ave”, aconselha a especialista. A companhia ainda disponibiliza o Cygro 1% que previne a coccidiose em frangos de corte causada principalmente pela E. tenella, uma das protozoas mais comuns em campo. 

 

Definição do manejo sanitário no plantel – com um portfólio amplo e inovador para o combate da enfermidade, os produtores poderiam ficar em dúvida sobre qual opção da Zoetis é a mais adequada. Portanto, a companhia oferece o Programa Rotecc Controle da Coccidiose, uma abordagem customizável da rotação que utiliza as melhores práticas para ajudar a garantir que sejam implementados os métodos adequados no momento certo; além de auxiliar os produtores a definir as melhores estratégias referentes ao manejo para garantir a sanidade e produtividade nas granjas. 

 

O programa também auxilia no uso responsável de anticoccidianos, com dosagem adequada ao animal em tratamento, sempre analisando se é o período correto para essa iniciativa. De acordo com Eduardo Muniz, gerente de serviços técnicos de avicultura da Zoetis: “A iniciativa vem ao encontro de uma das premissas da Zoetis, que é oferecer aos clientes, além de produtos de qualidade, soluções capazes de auxiliá-los em seus principais desafios. Por meio do programa, é possível contar com orientações de especialistas da companhia no que tange ao uso responsável e efetivo dos anticoccidianos”.